Como Isaac Newton descobriu as leis do movimento?

Sir Isaac Newton foi um matemático e físico estudioso que transformou o mundo da ciência. Em 1666, Sir Isaac Newton desenvolveu as teorias da gravitação quando tinha apenas 23 anos de idade. Então, em 1686, apresentou três leis do movimento no "Philosophiae Naturalis Principia Mathematica". Acredita-se que ele começou a estudar os efeitos da gravidade depois de ver uma maçã cair. Por que cair, eo que determina a velocidade com que ele cai? Acredita-se que este incidente, bem como a sua curiosidade para ver as estrelas e os planetas acima, sem cair no chão, levou-o a desenvolver as leis do movimento.

Quais são as leis do movimento?

Newton desenvolveu três leis do movimento. A primeira é a definição de inércia: qualquer objeto permanecerá em repouso ou em movimento em uma linha reta, a menos que forçado a mudar com a aplicação de uma força externa. Objeto em movimento tende a permanecer em movimento, e os objetos em repouso tende a permanecer em repouso, a não ser influenciado por uma força externa.



A segunda lei explica como a velocidade de um objeto pode mudar quando é aplicada uma força adicional. A segunda lei estabelece simplesmente que a força necessária para acelerar um objecto é igual à massa do objeto multiplicada pela aceleração. A fórmula é: Força = Massa X Acceleration.

A terceira lei diz que para cada ação (ou força), há uma reação igual e oposta. Por exemplo, quando você está em algo macio, as cavernas dos objetos ou é empurrado para baixo. Esta é a força de reação do objeto macio, ea reação do objeto macio você anda sobre ele.

Por que a descoberta de Newton importante?

Usamos as leis do movimento de Newton para explicar os vários movimentos e reações que vemos na Terra e no espaço. Suas descobertas são importantes porque eles ajudaram a definir as regras da física e contribuíram para o desenvolvimento de muitas tecnologias modernas, incluindo aviões e no desenvolvimento de foguetes e naves espaciais. Suas descobertas também foram feitas por físicos para mais de 300 anos, e tornaram-se as principais teorias de estudos de física moderna.