Existem muitos mitos e crenças que cercam o ingestão de ovos, é que durante anos considerados para comer muitos de uma semana é prejudicial para o nosso corpo. No entanto, o que há com isso? É muito ruim para comer um monte de ovo? Idealmente, para nos manter saudável e forte é comer uma dieta equilibrada e variada, consumindo produtos diferentes, a fim de absorver todas as proteínas, vitaminas e nutrientes que nosso corpo precisa mienerales. Leia este artigo e descobrir se o site ovo é ruim ou comer.



Para responder a pergunta corretamente, é essencial conhecer o Valor nutricional de ovo. Este animal é constituído por duas partes distintas, a clara e da gema.

    Limpar é rica em carboidratos, vitaminas A, B2, B6, D e E, mas a maioria é uma grande fonte de albumina, uma proteína essencial para o bom desenvolvimento do tecido muscular, mantendo os níveis de pressão osmótica e garantir a transporte de lipídios no sangue. Enquanto em gema são principalmente minerais essenciais, tais como o fósforo, zinco, potássio, magnésio, etc, vitaminas B2, B12, A, D, biotina, niacina e, luteína e de zeaxantina, que são os carotenóides com propriedades antioxidantes que ajudam a proteger contra a retina do olho o sol, e lecitina, que fornece uma grande percentagem de colina, que é essencial para a prevenção e tratamento de problemas cardiovasculares, hepáticos e renais leves, entre outros.

Assim, este produto natural é principalmente composta de proteínas, hidratos de carbono, lípidos, ferro, cálcio, magnésio, fósforo, potássio, sódio, colesterol, vitaminas A, B2, B6, B12, D e E.

Dadas as muitas vantagens do ovo em nosso corpo, é ruim para consumir? A resposta é não. Muito tem sido dito sobre o impacto do ovo na Os níveis de colesterol no sangue, mas o que há com isso? Em pessoas saudáveis, o efeito do colesterol dietético a partir do plasma é mínima. Para afetar assim aumentar significativamente os valores de colesterol ruim deve haver uma série de condições genéticas do indivíduo afetado. Por outras palavras, existem dois grupos de pessoas, que representam aproximadamente 20% do colesterol da dieta, de modo que os níveis de colesterol são estáveis ​​e podem comer ovos sem qualquer problema, e pode absorver até 60% de colesterol, o que deve levar uma dieta baixa em colesterol e reduzir a ingestão de ovos a um máximo de três por semana.

Neste ponto, é Qual é a quantidade máxima recomendada? A American Heart Association afirma que o número de ovos mais recomendados para prevenir problemas cardiovasculares é de três por semana. No entanto, como visto no parágrafo anterior, isso é especialmente verdadeiro para aqueles com uma tendência a aumentar os seus níveis de colesterol ruim rapidamente. As pessoas que seguem um estilo de vida saudável, incluindo a constante de exercícios e uma dieta equilibrada pode aumentar este número e comer um ovo por dia, desde que não sejam acompanhados por alimentos pesados ​​e uma grande ingestão calórica.

Por outro lado, se você é alguém que prefere comer ovos fritos cozidos em azeite de oliva e acompanhado de bacon, por exemplo, o melhor é seguir as diretrizes da American Heart Association e reduz o número de três por semana. Isto não é porque o ovo em si é prejudicial para o corpo, mas a quantidade de calorias que você consome essa forma particular de cozinhar. Para tornar a sua dieta um pouco 'mais saudável, você pode querer dar uma olhada no nosso artigo sobre como fazer um ovo frito sem óleo.

Portanto, em resposta à pergunta: é errado comer um monte de ovos?, Devemos dizer que ela depende de nosso estado de saúde e estilo de vida a seguir. Em ambos os casos, não é aconselhável exceder a quantidade de um ovo por dia, desde então, não haveria abusar deste alimento e nos expõe ao desenvolvimento de efeitos negativos em nosso corpo. O ideal é encontrar um equilíbrio entre três e sete semanalmente e acompanhar outros produtos com baixo teor de gordura. Qualquer alimento em excesso é ruim e, por isso, os especialistas recomendam sempre variedade alimentar.